estilos de barba,estilo de barba,barba cerrada ,cortes de barba, barba no queixo , como fazer barba,cavanhaque

Calvície: 10 mitos e verdades que você precisa conhecer

Calvície

A calvície é um contrariedade comum entre os brasileiros e, por estar relacionada a um ponto muito relevante do visual de uma pessoa, desperta muitas preocupações, principalmente entre os homens. Afinal, além da função de proteção que nossos cabelos exercem, eles também estão intimamente ligados à nossa aparência e à autoestima.

Diversas são as informações disponíveis a cuidado da queda de cabelo. No entanto, em muitos casos, a cultura popular mistura-se com o conhecimento científico e gera mitos que podem confundir aqueles que sofrem ou que se preocupam com a calvície.

Neste post nós falaremos sobre 10 dessas informações e desmistificaremos aquelas que não correspondem com a realidade. Confira!

1. A calvície é genética

Verdade. A causa mais comum da calvície é uma categoria chamada de alopecia androgenética que, como o nome indica, tem fator genético. Dessa forma, essa queda de cabelo acentuada ou total é passada entre familiares, podendo vir tanto do lado paterno quanto do lado materno.

Existe também a alopecia areata, uma categoria que pode ca, vestir a queda de cabelo em algumas partes do corpo e, em casos mais raros, no corpo inteiro. Essa doença ainda gera dúvidas sobre sua origem, mas instruçãos demonstram que fatores genéticos também estão presentes no seu expansão.

No entanto, o fato de que a calvície é hereditária não significa que todos os membros da família sofrerão com esse contrariedade. A verdade é que a alopecia pode pular gerações ou afetar apenas um irmão em uma família, por exemplo.

2. Não existe tratamento para a calvície

Mito. Apesar de não ser possível curar a calvície e operar com que os cabelos voltem a avolumar após um estágio de queda de cabelo muito acentuado, existem tratamentos que, quando realizados de maneira correta e desde as primeiras fases da alopecia, podem evitar com que essa categoria continue a se desenvolver.

Os tratamentos variam de acordo com a intensidade da queda de cabelo, do estágio da calvície e do grau de expansão da doença. Eles também podem ser tratamentos medicamentosos, a laser, à base de aplicações ou uma combin, movimento dessas técnicas. Por isso, o diagnóstico da alopecia deve ser realizado por um profissional.

3. Usar chapéu causa calvície

Mito. Nenhum tipo de acessório pode ca, vestir o aparecimento da alopecia. O que acontece é que, caso o uso seja constante, o abafamento frequente do coro cabeludo e o atrito com os fios podem ca, vestir um desgaste do cabelo.

Além disso, se o chapéu ou boné estiver apertado, a circul, movimento sanguínea pode ser dificultada e, assim, isso pode retardar o procedimento de expansão dos fios.

4. Raspar a cabeça evita a calvície

Mito. Faz parte da cultura popular acreditar que raspar a cabeça estimula o expansão dos fios, mas isso não é verdade. O estímulo do expansão acontece no folículo capilar e essa região não é afetada pelo movimento da raspagem — pelo contrário.

Ao raspar a cabeça com muita frequência, estamos aumentando a chance de irritações no couro cabeludo — fator que pode influenciar a aparência dos fios e destacar ainda mais a calvície.

5. Produtos como gel e spray causam a alopecia

Mito. Assim como o uso de acessórios, o uso de gel, de spray ou de tintas não é capaz de ca, vestir a alopecia androgenética. No entanto, é preciso ter cuidado para que o excesso de produtos ou a escolha de substâncias erradas não prejudiquem a qualidade dos fios, cause inflamações ou outros contrariedades que afetem a sua saúde capilar.

6. Dormir com o cabelo molhado faz o cabelo cair

Verdade. Dormir com os cabelos molhados enfraquece a raiz dos fios e cria um ambiente úmido propício para a prolifer, movimento de fungos e para o expansão de doenças capazes de acentuar a queda dos cabelos.

É relevante destacar que a queda de cabelo é diferente da calvície. Nos casos em que essa queda é causada por fatores externos como o ambiente úmido, o tratamento da raiz, do couro cabeludo ou a elimin, movimento dos fungos pode ser suficiente para que os cabelos possam parar de cair de forma acentuada.

7. A aliment, movimento influencia na saúde capilar

Verdade. Embora a calvície seja genética, nossas atitudes podem favorecer ou bloquear a expressão dos genes ligados à doença. Como a aliment, movimento é um dos fatores-chaves no procedimento de regul, movimento do organismo, nada é mais natural do que a rel, movimento entre o que comemos e a progressão mais rápida de determinadas condições clínicas.

No caso da calvície, a defipensamento de vitaminas e proteínas é determinante para o grau de expansão da queda de cabelo. Por isso e por todos os outros benefícios de uma aliment, movimento equilibrada, operar refeições ricas em nutrientes, vitaminas e com quantidades adequadas de proteínas é altamente recomendado para a saúde capilar.

8. Esteroides causam queda de cabelo

Verdade. Os esteroides utilizados em treinamentos físicos têm elevada concentr, movimento de uma substância chamada di-hidrotestosterona (DHT). Essa substância está presente no hormônio testosterona e, por isso, atua na form, movimento dos folículos capilares, podendo ca, vestir a queda de cabelo e favorecer o expansão da alopecia androgenética.

9. Fatores emocionais influenciam na queda de cabelo

Verdade. Como dito, existem fatores capazes de favorecer a expressão dos genes ligados à alopecia e, assim como a aliment, movimento, nossa saúde mental é fator decisivo para nossa saúde física.

Estresse, depressão, ansiedade e outras condições psíquicas influenciam o ciclo de atividade dos folículos capilares e podem operar com que os cabelos caiam de forma mais acentuada ou que exista o expansão da alopecia.

10. Remédios caseiros evitam a calvície

Mito. É comum ouvirmos falar que vinagre, bicarbonato, mel e gema de ovo podem curar a calvície, mas isso não é verdade. Nesses casos, o que acontece é que algumas soluções caseiras podem ajudar na aparência, na textura e na saúde dos fios, fazendo com que os cabelos tenham mais brilho ou se tornem mais macios.

No entanto, isso não é capaz de impedir a progressão da alopecia ou operar com que os fios voltem a avolumar. O que vale é adotar um estilo de vida equilibrado, cuidar da saúde mental e da aliment, movimento para que o funcionamento do organismo possa acontecer da forma mais saudável possível.

Além disso, alguns cuidados — como higienizar os cabelos com produtos adequados e com frequência, evitar submeter os fios a altas temperaturas e não apertar o couro cabeludo — são indicados por especialistas da área.

Lembre-se de que a calvície é uma categoria clínica e que, por isso, o diagnóstico e o tratamento só podem ser realizados por um profissional. Caso perceba que seus cabelos estão caindo de forma anormal, consulte um dermatologista.

Se você gostou de aprender mais sobre a calvície, não deixe de compartilhar nosso post nas redes sociais para que seus amigos também possam desmistificar algumas das informações falsas a cuidado da alopecia!

by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *